Pesquisa revela que a maioria dos britânicos preferem morrer a se exercitar

Um estudo feito pela British Heart Foudation (BHF), organização beneficente de combate às doenças cardíacas, disse que mais de 60% dos britânicos não fariam mais exercícios mesmo se sua vida dependesse disso.
Um estudo feito pela British Heart Foudation (BHF), organização beneficente de combate às doenças cardíacas, disse que mais de 60% dos britânicos não fariam mais exercícios mesmo se sua vida dependesse disso.

A revelação coincide com uma nova campanha publicitária da entidade para encorajar os britânicos a ser mais ativos fisicamente. Segundo a BHF, uma pessoa morre a cada 15 minutos na Grã-Betanha por falta de exercícios físicos; por isso, fazer atividades que aumentem os batimentos cardíacos durante apenas 30 minutos diariamente pode cortar em 50% os riscos de doenças cardíacas.

Outros estudos revelaram que os britânicos têm se exercitado cada vez menos. Apenas um terço da população segue as recomendações mínimas para atividades físicas – 30 minutos de exercícios moderados cinco vezes por semana ou, se possível, todos os dias.

A pesquisa foi realizada pela agência de pesquisas online YouGov, e contou com a colaboração de mais de 2.100 pessoas, as quais 38% delas disseram que se sentiram motivados a fazer mais exercícios caso suas vidas dependessem disso. O estudo revelou também que caminhadas vigorosas são o exercício preferido dos britânicos, e que mais de 25% preferem caminhar a dançar, nadar ou fazer ginástica. Metade dos entrevistados prefere fazer exercícios sozinha ou com o parceiro, e 5% escolheram o jogador britânico de futebol David Beckham como o parceiro ideal para malhar.

O anúncio da BHF na TV britânica mostra um homem tocando um tambor em sincronia com o ritmo da cidade. Depois mostra outras pessoas fazendo uma série de atividades no ritmo dos seus batimentos cardíacos. A finalidade da campanha é motivar as pessoas a pensar sobre sua saúde cardíacas e adotar ações positivas. Ela também inclui um site interativo, um podcast e torpedos gratuitos encorajando os britânicos a ficar mais ativos. Ainda há também no site, um espaço aos visitantes, que podem preencher um questionário para saber se estão se exercitando o suficiente e qual deveria ser sua meta.

Notícia retirada da fonte:

BBC Brasil

Por Carla Destro para RedePsi

Comments are closed.