Oficina Terapêutica – Um olhar da psicologia sobre os idosos

O aumento da expectativa de vida e o percentual de idosos na população são um fenômeno universal. Para que o envelhecimento seja bem sucedido são necessárias políticas e práticas eficazes, que propiciem a valorização da identidade do sujeito idoso, com qualidade de vida e integração biopsicossocial satisfatória e digna.
No momento em que se criam meios e ações mais eficazes que contribuam para o resgate de um sujeito idoso, fornecendo-lhe meios e condições para uma vida mais satisfatória e digna, propicia-se o repensar sobre os processos do envelhecimento como algo inerente ao desenvolvimento humano, desvinculando a velhice da exclusão, patologia, improdutividade e estagnação.

Repensando esta concepção nova de envelhecer, realizei o projeto Oficina Terapêutica em várias instituições públicas e particulares entre os anos de 2001 a 2007. A saber: Fundação João de Freitas – Juiz de Fora – MG (de 2001 a 2003), Clínica de Repouso Raio de Sol – Santos – SP (2005 a 2006) e Secretaria do Bem Estar Social de Itutinga – MG (2006 a 2007).

Este projeto objetivava promover encontros semanais, com no máximo 10 idosos por grupo, promovendo a integração, o resgate do sujeito idoso, buscando melhoria na qualidade de vida e das relações interpessoais, através de discussões, dinâmicas, palestras, passeios, festividades e elaboração de poesias sobre os temas do envelhecimento. Foram apresentados temas diversos, bem como o Estatuto do Idoso, com a entrega de livretos para cada participante.

Ao longo deste trabalho constatei que há ainda muito que se fazer com o sujeito idoso, uma vez que seus direitos são pouco respeitados (muitos desconhecem o Estatuto do Idoso), políticas públicas pouco eficazes ou inexistentes em alguns lugares, familiares mal orientados, ausentes ou pouco participativos na vida daqueles que se encontram institucionalizados, cultura de exclusão ou assistencialista (muito paternalista, restringindo a sua autonomia), entre outros.

Todavia este projeto desafiador e ao mesmo tempo muito gratificante fornece a eles (idosos) e principalmente a mim (profissional e pessoalmente), meios de interação e participação saudável na sociedade, valorizando a vivência humana, suas histórias, angústias, alegrias, desejos, sonhos, saudades, sabedoria e talentos.

Oficina terapêutica é o projeto que mais gratificações e satisfações me trouxe ao longo destes mais de oito anos de formada, pois possibilita trabalhar a identidade do sujeito idoso, de forma respeitosa, ética e digna.

Em uma população onde cresce o contingente idoso, há de se criar constantemente meios e formas de participação e valorização desses na sociedade.
 
Regiane Guimarães Silva
 Psicóloga
CRP: 04/17265

About Regiane Guimarães Silva

psicóloga formada há mais de oito anos, com experiência em psicologia escolar, clínica, APAE e social (idosos)
Comments are closed.