Cientistas relacionam bebida quente e afeto

Um estudo americano realizado pelos professores Lawrence Williams, da Faculdade de Administração da Universidade do Colorado, e John Bargh, do Departamento de Psicologia da Universidade de Yale, afirma que as metáforas que relacionam sensações térmicas e sentimentos de afeto possuem base científica e que a empatia está ligada a experiências físicas concretas.
Um estudo americano realizado pelos professores Lawrence Williams, da Faculdade de Administração da Universidade do Colorado, e John Bargh, do Departamento de Psicologia da Universidade de Yale, afirma que as metáforas que relacionam sensações térmicas e sentimentos de afeto possuem base científica e que a empatia está ligada a experiências físicas concretas.

Um dos experimentos realizados teve a participação de 41 estudantes com idade média de 18 anos. Eles deveriam avaliar a personalidade de uma pessoa usando palavras como "calorosa" ou "fria", após receberem copos de café quente ou frio. O objetivo era testar a hipótese de que a sensação de calor está ligada aos sentimentos de confiança e aconchego.

O teste mostrou que a maioria daqueles que ficaram com a bebida quente avaliaram a pessoa como "calorosa". Já os que permaneceram com o caf´frio, como "fria" ou "morna".

Os pesquisadores perceberam que as impressões "térmicas" que os participantes tinham de seus avaliados influenciavam o relacionamento entre eles. Williams afirmou que as pessoas preferem passar mais tempo com aquels que consideram calorosos.

Para ele, que é professor de marketing, o estudo pode ter repercussões sobre o modo como é feita a publicidade porque mostra o quanto aspectos físico-psicológicos estão ligados.

Os voluntários disseram não ter consciência do impacto da experiência realizada sobre suas opiniões.

A relação de calor humano é explicada por estudo anterior que mostrou que desenvolvemos, nos primeiros meses de vida, uma espécie de conexão entre a sensação de segurança e a proximidade física da mãe, o que cria uma identificação entre o calor físico e sentimentos como confiança e receptividade.

Essa pesquisa revelou que a mesma região do cérebro, o córtex insular, é responsável por processar os dois tipos de impressões, além dos sentimentos de confiança, empatia, culpa e constrangimento.

Notícia retirada da fonte:

Folha Online

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

Comments are closed.