Me faz voar

Fui
Voltei
Fui novamente
Viajei por mundos distantes
Na velocidade do pensamento
Atravessei portais estelares
Mergulhei entre as estrelas
Respirei poeira celeste
A essência era doce e agradável
Cresci, expandi
Explodi…
Nada cabia mais em mim…
Acordei..; e ainda era o sonho
Aí voei, o mais alto que pude
Persegui os pássaros dourados
Viajei com eles

Me escondi nas nuvens
Falei com os anjos, seus habitantes
Toquei sinfonias inefáveis
Escrevi versos intangíveis
Cantei canções initeligíveis

Mergulhei no ar
Desci
Desci
Caí
Teus braços me apararam
Cuidaste de mim
Descansei em ti

Olhei teu rosto intensamente
Mergulhei em teus olhos fixamente
Sorriste para mim
Me abraçaste
Te abracei
Ficamos assim
Por um tempo
Não medido
Voamos juntos
Fomos conhecer outros mundos
Viajamos rumo ao infinito
Como os deuses mais bonitos

Comments are closed.