Análise de seguimento de instruções: ensino de tarefas diárias em escola especial

7ª Jornada de Análise do Comportamento – UFSCar. 2008

Silva, Nancy C. B.[1](PG); Souza, Deisy G.[1](O); Postalli, Lidia M. P.[1](PG)
nancycbs@gmail.com

[1]Programa de Pós Graduação em Educação Especial, Universidade Federal de São
Carlos, São Carlos-SP 

A análise do comportamento instruído é  importante pelo papel que as instruções verbais parecem desempenhar tanto na aprendizagem humana quanto na evolução das práticas culturais. O comportamento governado por regras, ou aquele sob controle direto de instruções, tem sido amplamente estudado e permanece alvo de discussões e controvérsias. Tendo em vista que o controle instrucional tem papel relevante no ensino de comportamentos acadêmicos e de novos repertórios comportamentais em pessoas com atraso no desenvolvimento, o objetivo do presente estudo foi verificar o efeito de um treino de recombinação programado para instalar,  manter e possibilitar a generalização do seguimento de instruções relativas a tarefas escolares diárias, aplicado com sete alunos de duas classes de pré-alfabetização de uma instituição pública de ensino especial em uma cidade de porte médio do interior do Estado  de São Paulo. Anteriormente ao treino, foi realizado observação do repertório dos alunos de seguir instruções, pré-teste e estabelecimento de valor reforçador para fichas, além de sondagens de manutenção do repertório de entrada. O ensino das relações baseou-se em matrizes com as instruções formuladas como sentenças compostas por ação + algarismo numérico + objeto, um com objetos bidimensionais (figuras; por exemplo, “Circule três  letras”) e outro com objetos tridimensionais (por exemplo, “Separe quatro tampinhas”). Empregou-se um delineamento de linha de base múltipla entre as tarefas de execução e as tarefas de ensino, programadas com reforço diferencial, modelação, ajuda física e verbal e esvanecimento. Após os alunos atingirem o critério de acerto e generalização, o pós-teste foi realizado. A concordância entre observadores foi de 92,5%. “Guarde 3 borrachas” e “Circule 3 letras” foram as instruções com o maior número de erros de seguimento, enquanto, “Pegue 1 caderno” e “Pinte 1 lápis” tiveram 100% de acerto. O número de acertos no seguimento de instruções com objetos tridimensionais aumentou no pós-teste em relação ao pré-teste para 5 entre 7 participantes, mas com figuras aumentou para 3 entre 7 participantes. Desta forma, o treino obteve êxito para 57,14% dos casos, assim, da maneira intensiva como ocorreu, o treino conseguiu resultar em maior seguimento de instruções para a maioria das crianças. Por outro lado, pode ser atribuído à generalização o seguimento de apenas 28,6% das instruções. Os resultados sugerem que maior exposição ao procedimento pode ser importante para garantir generalização dos  comportamentos e para reduzir erros no seguimento de instruções. 

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

Comments are closed.