Mulheres de peso: ansiedade e auto-imagem em mulheres obesas

7ª Jornada de Análise do Comportamento – UFSCar. 2008

Pinto, Francine N. F. R. [1]; dos Reis, Maria J. D.[1](O); 
francinenaty@yahoo.com.br

[1]Departamento de Psicologia, Universidade Federal de São Carlos

Muitas pessoas se sentem insatisfeitas com o próprio corpo mesmo estando com o peso dentro dos padrões considerados saudáveis. Uma causa dessa preocupação é que o corpo é freqüentemente a parte das pessoas que inicialmente se apresenta para o mundo em interações sociais, e o modo que nós pensamos que os outros vêem nosso corpo é refletido em nosso retrato e auto-imagem. Diante disso, essa pesquisa teve como objetivo avaliar a percepção em 25 mulheres com idade entre 18 e 60 anos em relação a sua auto-imagem, como também ver se existe alguma relação entre essa percepção e o nível de ansiedade. Para isso, essas mulheres foram divididas em três grupos, no qual um foi de mulheres que nunca estiveram acima do peso, outro de mulheres que já estiveram acima do peso por pelo menos 6 menos e o outro de mulheres que estavam acima do peso por mais de 6 meses. Foi aplicado um questionário para avaliar a percepção da auto-imagem e outro para avaliar o nível de ansiedade. Os resultados foram analisados comparando-se os 3 grupos quanto à auto imagem e verificando se há uma possível relação com a ansiedade. Pode-se perceber que o grupo obesidade foi o que apresentou maior distorção (100%  das participantes), seguido do grupo de eutróficas (57,1% das participantes) e do grupo de sobrepeso (54,5% das participantes). Uma explicação para  que as mulheres obesas tenham uma maior distorção do que realmente são é que ao se  verem da forma real teriam grandes perdas, principalmente em relação à auto-estima, pois a sociedade em geral tende a discriminar quem está fora desses padrões e ao se acharem menores do que são, agem como uma defesa, pois se sentem mais incluídas em uma sociedade a qual tende a excluí-las.Ao compararmos os grupos percebemos que o grupo de obesidade apresentou um maior nível de ansiedade quando comparados aos outros, já que 57% das suas participantes apresentaram ansiedade leve ou moderada e os grupos de sobrepeso 45,5% apresentaram leve ou moderada e no grupo das eutróficas 42,9% apresentaram somente ansiedade leve. Esses resultados podem ser explicados pelas situações aversivas e ansiogênicas pelas quais pessoas com mais peso são expostas mais freqüentemente, como por exemplo, situações em que são discriminadas, problema de relacionamento, vergonha do corpo ,se sentirem excluídos da sociedade,  além da cobrança da própria mulher e das outras pessoas a sua volta para que ela esteja dentro dos padrões aceitos e desejáveis.  No entanto estudos posteriores com um maior número de participantes se fazem necessários para a confirmação desses dados.
 
Palavras chave:  Obesidade; auto -imagem; ansiedade. 

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

Comments are closed.