Qualidade do sono afeta vida conjugal

Um artigo publicado na edição de junho da revista Sleep revela que a má qualidade de sono prejudica o relacionamento a dois e vice-versa. O estudo foi feito por psicólogos da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos, com 29 casais heterossexuais que dividem diariamente a mesma cama e não têm filhos. Por meio de diários de sono e escalas de percepção do relacionamento preenchidas pelos participantes, os pesquisadores observaram uma associação bidirecional entre a qualidade do sono e a satisfação com a relação a dois, com importantes diferenças de gênero.

Um artigo publicado na edição de junho da revista Sleep revela que a má qualidade de sono prejudica o relacionamento a dois e vice-versa. O estudo foi feito por psicólogos da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos, com 29 casais heterossexuais que dividem diariamente a mesma cama e não têm filhos. Por meio de diários de sono e escalas de percepção do relacionamento preenchidas pelos participantes, os pesquisadores observaram uma associação bidirecional entre a qualidade do sono e a satisfação com a relação a dois, com importantes diferenças de gênero.

Nos homens avaliados, foi mais comum uma noite mal dormida trazer perturbações na vida conjugal no dia seguinte. Já nas mulheres observou-se tendência oposta: desentendimentos diurnos se refletiram em sono de má qualidade à noite. Para os pesquisadores, essas diferenças podem se retroalimentar, formando um círculo vicioso e deflagrando uma espiral de problemas no relacionamento. Eles recomendam que os casais tentem resolver seus conflitos antes de ir para a cama e evitem discussões importantes no dia em que um ou ambos não dormiu bem.

Fonte: Mente & Cérebro

Comments are closed.