RedePsi - Psicologia

Recombinação de unidades mínimas: um estudo exploratório com notas musicais

8ª Jornada de Análise do Comportamento – UFSCar – 2009

William Ferreira Perez1, 2;
Júlio C. C. De Rose2
1 Instituto de Psicologia, Universidade de São Paulo; 2Departamento de Psicologia, Universidade Federal de São Carlos

Apresentações de Painéis

Na abordagem skinneriana do comportamento verbal, unidades mínimas de controle podem ser recombinadas, gerando novos comportamentos. O presente estudo pretendeu ensinar relações entre seqüências de duas notas tocadas no piano (estímulos auditivos) e a sua notação correspondente na pauta (estímulos visuais) para, posteriormente, realizar testes com base na recombinação das unidades mínimas ensinadas. O estudo contou com uma participante, universitária, sem história de aprendizado de habilidades musicais, submetida a tarefas auditivo-visuais de matching-to-sample realizadas no computador. Nessa tarefa uma seqüência de duas notas tocadas no piano era apresentada como estímulo modelo (por exemplo, “do-mi”) simultaneamente a estímulos de comparação, dos quais somente um correspondia à notação musical da seqüência auditiva apresentada. O procedimento era iniciado com um pré-teste de todas as relações que seriam ensinadas e testadas. Na seqüência, era realizado o treino das unidades mínimas, ou seja, das seguintes relações “seqüência de notas”– pauta: DO-MI, DO-SOL, MI-SOL, SOL-MI, SOL-DO e MI-DO. Atingido o critério de aprendizagem, foram realizados testes nos quais novas combinações de seqüências de notas eram apresentadas. Os estímulos apresentados nos testes poderiam ser compostos por duas (DO-MI-SOL, DO-SOL-MI, MI-SOL-DO, MIDO-SOL, SOL-MI-DO e SOL-DO-MI) ou três seqüências de notas (DO-MI-SOL-MI, DO-SOL-MI-SOL, MI-SOL-DO-MI, MI-DO-SOL-MI, SOL-MI-DO-MI e SOL-DO-MIDO). No pré-teste, a participante não apresentou em seu repertório as relações que seriam ensinadas e testadas. Durante o treino, não foram necessárias mais do que duas sessões para cada uma das relações ensinadas. Durante os testes, a participante respondeu corretamente diante de todas as novas combinações apresentadas, exceto para a combinação MI-DO-SOL. Tais resultados sugerem a possibilidade de recombinação de unidades mínimas no ensino de notação musical. Estudos futuros deveriam estender os testes para estímulos compostos por um número maior de seqüências.

Acesso à Plataforma

Assine a nossa Newsletter