Meta de 16 mil mestres e doutores formados até 2010 não será atingida, diz ministro

O ministro da Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende, admitiu nesta quinta-feira (9) que a meta de formação de 16 mil mestres e doutores até 2010 não será atingida. Ao participar de entrevista a emissoras de rádio, durante o programa "Bom Dia, Ministro", ele afirmou que falta "matéria-prima" – estudantes motivados para a formação acadêmica após o fim do curso superior.

O ministro da Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende, admitiu nesta quinta-feira (9) que a meta de formação de 16 mil mestres e doutores até 2010 não será atingida. Ao participar de entrevista a emissoras de rádio, durante o programa "Bom Dia, Ministro", ele afirmou que falta "matéria-prima" – estudantes motivados para a formação acadêmica após o fim do curso superior.

De acordo com o ministério, entre 9 mil e 10 mil novos mestres e doutores se formaram em 2006. "O ritmo era muito grande", avaliou Rezende. No ano passado, entre 11 mil e 12 mil foram formados. "O número não está aumentando na mesma proporção", disse o ministro, prevendo que, ao fim de 2010, entre 13 mil e 14 mil mestres e doutores devem ser formados.

"No Brasil, que não formava um doutor há 40 anos, formar 13 mil já é um número muito grande. Não é a nossa meta, mas a meta era muito ambiciosa."

Fonte: BOL Notícias

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

Comments are closed.