Bacon e salame podem causar Alzheimer e Parkinson

Doenças neurodegenerativas como Alzheimer e Parkinson não podem ser explicadas apenas pelo envelhecimento da população. Em revisão publicada no Journal of Alzheimer’s Disease, neurologistas do Rhode Island Hospital, em Providence, nos Estados Unidos, chamam a atenção para o uso intensivo de nitratos e nitritos em alimentos e fertilizantes como fator responsável pelo aumento da prevalência desses distúrbios nas últimas décadas. Essas substâncias são adicionadas em grande quantidade em produtos como bacon, carnes curadas e embutidos (presunto, salame e peito de peru, por exemplo).

Doenças neurodegenerativas como Alzheimer e Parkinson não podem ser explicadas apenas pelo envelhecimento da população. Em revisão publicada no Journal of Alzheimer’s Disease, neurologistas do Rhode Island Hospital, em Providence, nos Estados Unidos, chamam a atenção para o uso intensivo de nitratos e nitritos em alimentos e fertilizantes como fator responsável pelo aumento da prevalência desses distúrbios nas últimas décadas. Essas substâncias são adicionadas em grande quantidade em produtos como bacon, carnes curadas e embutidos (presunto, salame e peito de peru, por exemplo).

Segundo os autores, estudos in vitro e com animais mostram que esses aditivos estão associados a danos no DNA que podem levar a doenças comuns no envelhecimento, entre as quais se inclui também o diabetes tipo 2. Embora ainda não haja estudos populacionais comprovando tal associação, os pesquisadores observaram uma correlação positiva entre o aumento no uso desses compostos nos Estados Unidos e o número de casos de Alzheimer, Parkinson e diabetes tipo 2 desde a década de 60, o que não se relacionou com o aumento da longevidade da população americana no mesmo período.

Fonte: Mente & Cérebro

Comments are closed.