Exercício de autoconhecimento – (Apostila II, ODP, 2009, Múcio Morais)

Em nossa última ODP (Oficina de desenvolvimento pessoal) comecei a tratar da questão auto-estima e autoconhecimento, a relação entre esses processos da individualidade é impressionante. Como o gostar de si mesmo está intrinsecamente ligado ao conhecer a si mesmo e vice versa. O autoconhecimento deve nos levar às respostas dos porquês? Das razões para gostarmos ou não de nós mesmos, dos mapas de avaliação e julgamento e do peso que as impressões recebem em nosso sistema interior de justiça.
O autoconhecimento é uma viagem única, individual e indelegável. Cada um tem seu método. Pode acontecer num estalo, no decorrer de um longo caminho, por meio da meditação, da  religião. Pode vir também após um grande trauma, guerra, sequestro ou momento de euforia, como o nascimento de um filho. Não há um único método. Autoconhecimento é uma graça alcançada. Robert Wong – headhunter

Propus um exercício muito interessante aos participantes, durante aqueles três dias, eles tirariam um tempo específico para escrever uma carta para si mesmos, uma carta onde teriam alguns direcionamentos, tais como:

1. Demonstrar gratidão por…

2. Avisar sobre…

3. Sugerir que…

4. Pedir um pouco de…

5. Reconhecer que…

6. Valorizar a…

7. Mostrar compreensão sobre…

8. Exigir que…

9.  Desejar que…

10. Bronquear com…

Os outros temas da carta são livres…

Eu já tinha visto muitas reações emocionais como resultado de descobertas de si mesmo, mas o que vimos nessa ODP foi impressionante, uma comoção muito forte tomou conta de todos, fizemos grandes descobertas, trouxemos a tona um monte de emoções seguidas um senso de urgência impressionante, na verdade esse é mesmo o objetivo já que nesta fase da oficina fazemos um planejamento de vida.

Vou lhe fazer um desafio, escreva uma carta para si mesmo, use as direções que dei acima e após cumpri-las, sinta-se livre para falar mais consigo mesmo, depois coloque em um envelope e guarde por dois ou três dias, se puder envie pelo correio para si mesmo, mas o ponto é, leia somente dois ou três dias após escrevê-la.

Ao ler reflita sobre cada ponto, se quiser anote pensamentos, idéias, projetos que lhe vierem a mente, acredite no quanto o seu remetente conhece você e perceba a utilidade que este exercício trará ao seu autoconhecimento e a sua auto-estima. Não quero me estender muito para não estragar a surpresa.

"Segundo Michael Marmot, autor de uma pesquisa publicada no British Medical Journal, a baixa auto-estima pode encurtar a vida . Pessoas deprimidas têm uma expectativa de vida reduzida, com diminuição da atividade do sistema imunológico e, conseqüentemente, maior risco para várias doenças, como por exemplo infartos, acidentes vasculares cerebrais (derrames), doenças respiratórias e alguns tipos de câncer"

Este texto não é um artigo, é o meu compartilhar de um momento especial com meus clientes e amigos em uma de nossas ODP´s, Oficina de Desenvolvimento Pessoal, caso queira participar ou obter informações, por favor, faça contato pelo site: www.muciomorais.com

Abraço a todos,

Múcio Morais é palestrante motivacional e consultor nas áreas de RH, comportamento, motivação, gestão, negociação e vendas. Realiza palestras, projetos e treinamentos em todo o Brasil! fone: (31) 3082-7271 || www.muciomorais.com 

Comments are closed.