Antidepressivo que não deu certo vira eficiente “viagra feminino”

Um medicamento que foi originalmente desenvolvido como antidepressivo teve um surpreendente e positivo efeito colateral: as mulheres que o experimentaram relataram "significativa melhoria" em seu desejo sexual, divulgou nesta segunda-feira (16) o jornal britânico "The Independent".

Um medicamento que foi originalmente desenvolvido como antidepressivo teve um surpreendente e positivo efeito colateral: as mulheres que o experimentaram relataram "significativa melhoria" em seu desejo sexual, divulgou nesta segunda-feira (16) o jornal britânico "The Independent".

Mulheres que tomaram 100 miligramas do medicamento, chamado Flibanserin, uma vez por dia, indicaram mais relações sexuais "satisfatórias", maiores níveis de desejo sexual e reduzido estresse associado a problemas sexuais.

"É essencialmente um remédio como o Viagra para mulheres, já que o libido ou desejo sexual reduzido é o problema sexual mais comum das mulheres, assim como a difunção erétil é o problema mais frequente para os homens", disse o professor John Thorp, da Universidade da Carolina do Norte, em Chapel Hill, EUA.

O Viagra, que ajuda os homens a superar a impotência, também foi projetado originalmente com outro propósito: para tratar angina, uma dor no peito associada a doenças do coração.

Fonte:
BOL Notícias

Comments are closed.