Banda larga dos pobres já existe

O presidente Lula promete colocar banda larga na casa de cada brasileiro –o que sairia por R$ 180 bilhões e demoraria cinco anos. No mínimo.

O presidente Lula promete colocar banda larga na casa de cada brasileiro –o que sairia por R$ 180 bilhões e demoraria cinco anos. No mínimo.

A banda larga dos pobres, porém, já existe e, com pouco dinheiro, poderia crescer rapidamente –mas quase ninguém dá importância. São as lan houses.

Colhi documentos oficiais e do Ibope que mostram que são hoje, no país, 180 mil lan houses, que atendem 31 milhões de pessoas, a imensa maioria delas pobres –o detalhamento está no www.catracalivre.com.br. Ou seja, a inclusão digital no Brasil é informal e, na prática, clandestina.

Diante desses números, fica óbvia –pelo menos para quem deseja evitar desperdícios– que deveria haver um plano de apoio à rede de lan houses para que exerçam um papel de centros comunitários digitais. Poderiam ser tanto um "poupatempo", aproximando o cidadão dos serviços públicos, com uma extensão da sala de aula.

Em algumas cidades, criaram o vale-internet: o aluno recebe o vale e pode gastá-lo numa lan house que oferece um professor.

Essa proposta não tem a grandiosidade marqueteira de oferecer banda larga para todos mas, por ser barata e rápida, pode ajudar imediatamente os mais pobres.

Fonte:
BOL Notícias

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

,

Comments are closed.