O sorriso pode ser contagioso

Ainda que de forma involuntária espelhamos gestos de outras pessoas.

Ainda que de forma involuntária espelhamos gestos de outras pessoas.

Quando vemos rostos sorridentes costumamos repetir a expressão facial, mesmo sem perceber; da mesma maneira, se há empatia entre duas pessoas, elas tendem a modular o tom de voz, até atingir um timbre similar e, por meio da mímica corporal, transmitir sinais de compreensão. Na maioria das pessoas, o espelhamento físico é sutil; em geral reprimimos muito bem a imitação de sequências de movimentos. Só alguns pacientes com grave comprometimento mental apresentam gestos às vezes. Ao observar uma pessoa com expressão angustiada, o cérebro simula a atividade neuronal que nos leva também a demonstrar tristeza.

Fonte: Mente & Cérebro

Comments are closed.