Equipamentos e sites auxiliam no aprendizado de estudantes

Internet, celulares, computadores, laptops. Parece impossível imaginar a vida moderna sem essas palavrinhas. A tecnologia está presente em praticamente todas as etapas da nossa vida –do lazer ao trabalho– e também pode ser de grande ajuda na educação.

Internet, celulares, computadores, laptops. Parece impossível imaginar a vida moderna sem essas palavrinhas. A tecnologia está presente em praticamente todas as etapas da nossa vida –do lazer ao trabalho– e também pode ser de grande ajuda na educação.

Além dos inúmeros dispositivos eletrônicos que podem facilitar a vida do aluno na volta às aulas –a Folha selecionou dez deles– há diversos sites que complementam o aprendizado.

Foi-se o tempo em que era necessário o estudante ter muitos programas no computador. A palavra de ordem é mobilidade. Com uma conexão de internet, o aluno pode ter acesso a vários endereços que auxiliam nos estudos.

A organização de horários, metas e objetivos escolares se torna muito mais fácil com o uso do Mindmeister (mindmeister.com), que permite salvar notas e arquivos de organização pessoal, além de possibilitar o compartilhamento dos documentos.

O Google Docs (docs.google.com) ajuda nas mais essenciais tarefas do mundo acadêmico: criar e editar textos, planilhas e apresentações. A vantagem é que você pode acessá-los de qualquer local e a edição é permitida por mais de uma pessoa ao mesmo tempo.

Para pesquisas, uma referência é a Wikipédia (wikipedia.com), enciclopédia livre que tem mais de 500 mil artigos em português disponíveis para consulta.

Se você não encontrou o que procurava, pode ser uma boa perguntar no Yahoo! Respostas (br.answers.yahoo.com), uma rede colaborativa na qual os usuários recebem pontos para responder as perguntas dos outros. Em ambos os sites, fique atento às fontes das informações.

Línguas

O site iTalki (italki.com) é uma rede social para estudantes interessados em aprender novas línguas pela internet. Nele, você pode encontrar professores on-line e pagar por aulas, ou aprender outro idioma com outros usuários do site e utilizando ferramentas gratuitas da rede.

Para quem prefere aprender sozinho, no velho esquema de exercícios e arquivos de áudio, uma opção é o site da BBC (bit.ly/aprendainglesbbc), que oferece diversas tarefas e leituras, para todos os níveis.

A empresa de comunicação Deutsche Welle (bit.ly/aulasdealemao) vai na mesma linha e oferece módulos gratuitos de aulas de alemão. Tanto o site da BBC quanto o da DW têm a interface em português.

Bilbliotecas virtuais

Grandes autores da língua portuguesa e até mesmo livros educativos estão disponíveis na internet.

O Domínio Público (www.dominiopublico.gov.br) é um site do governo federal que oferece mais de mil livros gratuitos. O eBookCult (ebookcult.com.br) disponibliza material didático.

O UOL Biblioteca (biblioteca.uol.com.br) possui uma vasta seleção do que está disponível para leitura na rede. Tem uma lista de dicionários on-line, guia de jornais e revistas e até um especial sobre a reforma ortográfica.

Fonte: BOL Notícias

,

Comments are closed.