Estresse pode ajudar no combate ao câncer, diz estudo.

É o que demonstram os dados da pesquisa publicada na revista científica Cell, de acordo com o site Boa Saúde Uol.

É o que demonstram os dados da pesquisa publicada na revista científica Cell, de acordo com o site Boa Saúde Uol.

Em experimentos realizados com ratos, os cientistas americanos e neozelandezes chegaram a conclusão de que aqueles expostos a algum nível de estresse – inclundo brigas com outros ratos – obtiveram melhores respostas no tratamento contra câncer.

Foi introduzida no sangue dos ratos células com melanoma – um tipo de câncer de pele e, posteriormente, foram divididos em dois grupos: um grupo foi colocado em uma gaiola com muitos brinquedos e uma quantidade superior de ratos, e o outro, colocado em uma gaiola convencional.

Após três semanas, observou-se que, no primeiro grupo, os tumores reduziram em aproximadamente 77%  do tamanho em 6 semanas. Já no segundo, o qual estava em gaiolas convencionais, o câncer apenas crescia. Ainda no primeiro grupo, 17% dos ratos foram completamente curados.

De acordo com o pesquisadores, entre os hormônios liberados pelo organismo na complexa resposta ao estresse, muito provavelmente alguns deles contribuem no combate ao câncer.

Caso novos dados confirmem estes resultados, seria esta uma nova vertente de intervenção possível para a Psicologia? 

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

Comments are closed.