Sonhos equilibrados podem ajudar no rendimento escolar.

É o que dizem os dados preliminares da pesquisa conduzida por Sidarta Ribeiro no Instituto Internacional de Neurociências de Natal.

É o que dizem os dados preliminares da pesquisa conduzida por Sidarta Ribeiro no Instituto Internacional de Neurociências de Natal.

De acordo com a pesquisa, quem tem sonhos equilibrados tende a fixar melhor o que aprendeu durante o dia e, além disso, sonhos pesados e pesadelos também parecem estar associados a baixos níveis de retenção de conteúdo.

O pesquisador treinou alguns jovens em um jogo eletrônico violento, para chegar ao resultado. Após uma noite de sono, constatou-se que aqueles que tiveram sonhos mais equilibrados conseguiram desempenhos melhores no mesmo jogo no dia seguinte.

Ribeiro explica que o sonho é usado pelo cérebro como uma forma de treinamento para as situações do dia a dia. Assim como em um treinamento convencional, se o sonho for pouco, tem poucos resultados. Se for muito, pode causar fadiga ou estresse, perdendo assim, seus efeitos benéficos.

Fonte: G1 Notícias.

Comments are closed.