Resolução do CFP proíbe Psicólogos de avaliarem presos para progressão de Pena

A notícia foi veiculada pelo Jornal Nacional, e tem causado polêmica não só entre os psicólogos.

A notícia foi veiculada pelo Jornal Nacional, e tem causado polêmica não só entre os psicólogos.

Desde junho, uma resolução do Conselho Federal de Psicologia proíbe psicólogos que trabalham no sistema prisional de realizarem o exame que, em tese, deveria dizer se o preso está ou não em condições de retornar à sociedade.

O conselho argumenta que os profissionais tem pouco tempo para elaborar o laudo, trabalham em condições impróprias e nem sempre tem condições de prever como será o comportamento do preso fora da cadeia.

Atualmente o ministério público federal move um inquérito para avaliar se a resolução é ou não válida, pois se questiona se o CFP tem autonomia para tomar este tipo de decisão.

Veja neste link a notícia no Jornal Nacional, com vídeo.

,

Comments are closed.