Logística médica: a realidade não é tão doce e suave. Estudantes de Medicina ignoram normas básicas de segurança à saúde.

A premissa básica do uso do jaleco é a prevenção de infecções e a manutenção do status de higiene em um hospital ou centro de saúde. Uma pesquisa realizada por alunos da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) demonstrou que não é bem assim que as coisas são na prática. Portanto, cuidado. A notícia é do site Notícias Uol.

A premissa básica do uso do jaleco é a prevenção de infecções e a manutenção do status de higiene em um hospital ou centro de saúde. Uma pesquisa realizada por alunos da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) demonstrou que não é bem assim que as coisas são na prática. Portanto, cuidado. A notícia é do site Notícias Uol.

Foram analisados 96 estudantes de Medicina distribuídos entre os 6 anos da graduação. Um total de 95,83% dos jalecos usados por eles estavam contaminados. Entre os microorganismos encontrados, estava o Staphilococcus aureus, um dos principais agentes responsáveis por infecções hospitalares. A maior concentração de bactérias encontrava-se no punho da vestimenta.

A idéia da pesquisa surgiu diante da observação de uma das pesquisadoras de que alunos residentes do Hospital Escola Conjunto de sorocaba saíam para o almoço em restaurantes trajando jaleco.

É lamentável que graduandos dessa classe profissional na qual a população confia sua saúde façam este tipo de coisa. A falha pode ser encarada como falta de compromisso com o que eles próprios estudam e, se nem com isto tem compromisso, quem diria com seus pacientes.

Fonte: Notícias UOL.

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

Comments are closed.