Transmissão genética de comportamento aprendido

A pesquisa publicada no periódico  Biological Psychiatry sugere que filhos de sujeitos expostos a altos níveis de extresse tem maiores chances de desenvolver traços de TEPT (Transtorno de Estressa Pós-Traumático), e o motivo disto encontra-se nos genes. A notícia é do portal O Que Eu Tenho.

A pesquisa publicada no periódico  Biological Psychiatry sugere que filhos de sujeitos expostos a altos níveis de extresse tem maiores chances de desenvolver traços de TEPT (Transtorno de Estressa Pós-Traumático), e o motivo disto encontra-se nos genes. A notícia é do portal O Que Eu Tenho.

A pesquisadora que chegou a esta conclusão chama-se sabelle Mansuy. Em seu estudo, ela observou variações epigenéticas em animais submetidos ao estresse, e posteriormente,
observou também que sua prole apresentava sinais de Transtorno de Estresse Pós-Traumático.

A partir disto, ela concluiu que aspectos do trauma podem estar associados à transmissão para a prole das mudanças ocorridas nos animais expostos ao estresse.

Embora os animais não tenham sido expostos a situações que OS PESQUISADORES não consideram extressantes (mas sabe-se lá o que de fato é estressante para cada sujeito, já que isto é bastante relativo), também não se atentou para a possibilidade de aprendizagem vicária – por imitação -, muito comum entre animais, dos padrões característicos do TEPT.

Fonte: portal O Que Eu Tenho.

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

,

Comments are closed.