Da pesquisa básica ao senso comum: do nível operante à aprendizagem com significado

Maria Helena Leite Hunziker; Maria Beatriz Barreto do Carmo Universidade de São Paulo

De acordo com a perspectiva monista do behaviorismo radical, o comportamento é definido como
a interação organismo/ambiente.Portanto, sua análise requer que sejam considerados ambos os elementos dessa relação, de forma que o organismo tanto modifica como é modificado ao longo do seu contato com o ambiente. Embora os analistas do comportamento concentrem seus estudos sobre as alterações que se processam nos comportamentos públicos, por princípio assume-se que mudanças intra-organismo podem ser igualmente analisadas como função dessa interação. A Análise Biocomportamental busca a integração de dados experimentais provenientes de diferentes ciências biológicas com aqueles típicos da análise do comportamento, acrescentando informações que possibilitem o avanço da análise dos comportamentos complexos. Nessa palestra, será discutida a justificativa teórica dessa abordagem, bem como alguns dados experimentais que demonstram que contingências ambientais, produtoras de mudanças comportamentais já conhecidas cientificamente, também afetam a fisiologia dos organismos produzindo, por exemplo, a alteração do grau de fertilidade e de algumas respostas imunológicas em ratos.  

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

Comments are closed.