A escolha dos brinquedos pode ser genética.

Pesquisadores de  Harvard, que passaram 14 anos observando o comportamento de chimpanzés no Kibale National Park, em Uganda, na África, descobriram que as fêmeas brincam com pedaços de pau do mesmo modo como meninas brincam com bonecas.

Pesquisadores de  Harvard, que passaram 14 anos observando o comportamento de chimpanzés no Kibale National Park, em Uganda, na África, descobriram que as fêmeas brincam com pedaços de pau do mesmo modo como meninas brincam com bonecas.

O estudo foi publicado na revista Current Biology e é o primeiro a obter evidências de que espécies não humanas brincam com um tipo de bonecas rústicas.

Os pesquisadores observaram mais de cem exemplos de animais carregando pedaços de pau. Na maioria dos casos, os filhotes não os usavam para procurar comida ou brigar – como macacos adultos fazem -, mas carregavam estes pedaços de pau para o ninho com eles. Alguns macacos chegaram a construir ninhos separados para as varetas com que brincava. Em 99% das vezes que o comportamento apareceu, foram fêmeas que o emitiram.

Um dado interessante é que estas fêmeas só carregavam consigo os pedaços de  pau até ganharem seus primeiros filhotes.

Os dados sugerem que a origem do “brincar de boneca” é genética e não tanto cultural.

Fonte: Uol Ciência e Saúde.

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

Comments are closed.