Alunos de Escola Privada usam mais drogas do que alunos de Escola Pública

A constatação é de uma pesquisa realizada pelo Senad (Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas) e pelo Cebrid/Unifesp (Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas da Universidade Federal de São Paulo), que demonstrou também uma redução de 49,5% no uso de drogas entre estudantes do ensino fundamental e médio da rede pública no estado de São Paulo.

A constatação é de uma pesquisa realizada pelo Senad (Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas) e pelo Cebrid/Unifesp (Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas da Universidade Federal de São Paulo), que demonstrou também uma redução de 49,5% no uso de drogas entre estudantes do ensino fundamental e médio da rede pública no estado de São Paulo.

Foram ouvidos 50.890 estudantes em todo o estado, com idades variando entre 13 e 15 anos.31.280 são de escolas públicas e 19.610 de escolas particulares. Esta é a primeira vez que escolas particulares também participam da pesquisa.

Entre os estudantes de Escolas Privadas, um total de 13,6% afirmou já ter usado algum tipo de droga (exceto álcool e tabaco). Entre os estudantes de escolas públicas, apenas 9,9% já usou algum tipo de droga nos últimos 12 meses.

Quando perguntados se já usaram drogas pelo menos uma vez na vida, 24,2% dos estudantes de escolas públicas disse já ter usado. Entre os estudantes de escolas privadas, um total de 30,2% já fez uso.

Fonte: Portal R7

,

Comments are closed.