Pai acorrenta filho e pede socorro às autoridades

Acorrentar o filho foi a única saída encontrada por José Maria, residente em Patos de Minas – MG, para evitar que ele morresse por causa do crack.

Acorrentar o filho foi a única saída encontrada por José Maria, residente em Patos de Minas – MG, para evitar que ele morresse por causa do crack.

Alisson (20 anos) é totalmente dependente da droga. É usuário a 7 anos e reclama que sem ajuda, jamais conseguirá deixar o vício. Ele próprio pediu ao pai que o acorrentasse em casa, depois de ter sido esfaqueado em uma briga por causa da droga e ter voltado a usá-la em menos de 10 dias.

Seu pai pede ajuda às autoridades para conseguir um tratamento para o filho e aguarda ansiosamente por uma resposta.

José Maria disse que os primeiros dias foram terríveis. "Ver o filho chorando e se contorcendo pelo crack foi doído demais", explica. Desamparado, esta foi a única solução que encontrou no momento e assume ter medo de ser denunciado por maus tratos, antes que consiga ajuda das autoridades competentes.

Fonte: Jornal Patos Hoje.
 

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

,

Comments are closed.