Ativistas tomam “overdose” de homeopatia

Na manhã desta sábado, um grupo de céticos participou de um movimento batizado de 10:23, com o objetivo de provar que a homeopatia não surte efeito algum sobre o organismo. Eles ingeriram altas doses de remédios homeopáticos.

Na manhã desta sábado, um grupo de céticos participou de um movimento batizado de 10:23, com o objetivo de provar que a homeopatia não surte efeito algum sobre o organismo. Eles ingeriram altas doses de remédios homeopáticos.

A iniciativa contou com a adesão de 23 cidades espalhadas por todo o mundo. No Brasil, a manifestação ocorreu em São Paulo. A primeira manifestação do gênero ocorreu no Reino Unido, ano passado, e contou com a participação de cerca de 400 pessoas.

Kentaro Mori, analista que liderou o movimento no Brasil, lembra que o protesto é simbólico, pois já é provado que a homeopatia não surte efeito. Ele fala sobre um estudo publicado na revista médica The Lancet, em 2005, que demonstra a ineficácia da terapia.

Associação Médica Homeopática Brasileira (AMHB), Carlos Alberto Fiorot, argumenta que a homeopatia é segura por excelência; e, por este motivo, não há mesmo o menor risco de qualquer um dos ativistas sofrer reações indesejadas. Ele explica que o efeito depende do uso contínuo e da sensibilidade de cada organismo, cabendo ao terapeuta homeopata diagnosticar e prescrever a substância adequada para cada pessoa.

Fonte: Uol Ciência e Saúde.

About Eduardo Villarom Helene

Consultório: Rua Batista da Mata, 78, Alto de Santana, SP.

Comments are closed.