Dia 8 de maio faz um ano que faleceu a “Téia”

No dia 8 de maio do ano passado morria Maria Tereza Azevedo Pires Sério,  a “Téia”, considerada por muitos, um ícone da Análise do Comportamento no Brasil.

No dia 8 de maio do ano passado morria Maria Tereza Azevedo Pires Sério,  a “Téia”, considerada por muitos, um ícone da Análise do Comportamento no Brasil.

Internada três dias antes de sua morte com suspeita de Dengue, Téia esbajava simplicidade e carisma por onde passava. Militante apaixonada pela Análise do Comportamento, contribuiu muito para a disseminação da abordagem pelo Brasil; inclusive, fundando o Programa de Pós Graduação em Psicologia Experimental da PUC de São Paulo, ao lado de Maria Amália Andery. Era vista por muitos como a pesquisadora que mais conhecia a obra de Skinner em nosso país.

Posteriormente descobriu-se que Maria Sério havia contraído Meningite Bacteriana, mas já era tarde demais e ela não resistiu. Deixou a todos os Analistas do Comportamento uma história de conquistas e sucesso, além de um sonho: contribuir sempre para que a Análise do Comportamento continue a se desenvolver.

,

Comments are closed.