Explicações Diferentes Podem Ser Igualmente Boas? Não, diz Psicólogo.

O Psicólogo Pedro Sampaio, de Belo Horizonte, apresentou uma conferência na XII Jornada Mineira de Ciências do Comportamento na qual defendeu a idéia de que, em Psicologia ou quaisquer outras áreas do conhecimento, não é possível dizer que teorias diferentes são igualmente válidas por partirem de pontos de vista diferentes e terem objetivos diferentes.

O Psicólogo Pedro Sampaio, de Belo Horizonte, apresentou uma conferência na XII Jornada Mineira de Ciências do Comportamento na qual defendeu a idéia de que, em Psicologia ou quaisquer outras áreas do conhecimento, não é possível dizer que teorias diferentes são igualmente válidas por partirem de pontos de vista diferentes e terem objetivos diferentes.

O autor da conferência, que realizou em seu Trabalho de Conclusão de Curso uma comparação teórica e epistemológica entre Análise do Comportamento e Psicanálise, argumenta que uma solução possível para que duas teorias sejam comparadas e julgadas é a adoção dos seguintes passos:

1 – Tradução dos termos problemáticos para termos comuns entre ambas as teorias;

2 – Caso a tradução não se mostre possível ou eficaz, chegar ao MMC de toda explicação, que é a razão;

3 – Caso a explicação não tenha comprometimento com a razão, utilizar usar da persuasão: descrever as explicações que estão sendo discutidas com suas justificativas e consequências.

O método polêmico defendido pelo psicólogo, pode ser conhecido em mais detalhes na entrevista que ele concedeu ao Comporte-se durante a Jornada. Para acessá-la, clique aqui.

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

Comments are closed.