Empatia é encontrada em ratos

Uma pesquisa conduzida por um estudante de Psicologia da Universidade de Chicago, publicado na última edição da revista Science, encontrou em ratos os mesmos comportamentos que nós, humanos, chamamos de empatia.

No experimento, dois ratos viviam juntos na mesma gaiola. Um deles foi preso em uma armadilha que só poderia ser aberta pelo lado de fora, enquanto o outro tinha total liberdade ali dentro. Havia contato visual e auditivo entre os dois, de modo que um pudesse perceber que o outro estava preso. O que estava solto ficou mais agitado e a mexer na gaiola, até que, sem qualquer tipo de treino prévio, conseguiu soltar o companheiro.

Para confirmar os resultados do experimento, a situação experimental foi recriada várias vezes. Em uma delas, colocou-se um boneco de rato no lugar do rato que estava preso e, neste caso, aquele que estava solto não tentou abrir a porta. Em outra situação, o rato que estava solto podia comer uma pilha de chocolate antes de soltar o companheiro, mas demonstrava preferência por soltá-lo antes da refeição.

Fonte: G1.

Comments are closed.