Psicólogo afirma que o Câncer de Lula decorre de expressão simbólica do inconsciente

O Psicólogo e Analista Junguiano Waldemar Magaldi Filho afirma que o Câncer de Lula é uma expressão simbólica de seu lado sombrio e secreto, que sofria enquanto ele se corrompia.

A declaração foi feita em uma entrevista concedida ao jornal O Tempo, de Minas Gerais. Ele explica que o Câncer de Lula é uma prova de que, mesmo se envolvendo com o poder, o ex presidente não perdeu de sua ideologia e ética, tão conhecidas do povo brasileiro. Seria, então, a doença, uma expressão simbólica que secreta segredos e feridas de seu amor próprio, em função de uma desordem entre seu eu e seu inconsciente. Em suma, afirma, todo sintoma é resultado de um conflito existencial.

A entrevista completa pode ser acessada clicando aqui.

Comments are closed.