Contribuições da Análise do Comportamento na intervenção de um caso de autismo – Mariana Fortunata Donadon, Caroline da Cruz Pavan, Gabriel Vieira Candido

Com este trabalho, pretende-se apresentar uma intervenção realizada em uma Clínica-escola, para um caso de transtorno do espectro autista. Mais recentemente tem sido usado o termo “Transtorno do Espectro Autista”, reconhecendo-se que estes indivíduos podem ter diferentes graus de comprometimento e, mais importante, que pode ser possível que seus comportamentos e suas habilidades se modifiquem e fiquem mais próximos do esperado para sua idade cronológica. Alternativas terapêuticas dentro dessa perspectiva tem sido eficazes para a modificação de certos comportamentos, tais como: comunicação, habilidades sociais, auto- estimulação, entre outros. Sendo assim, a apresentação deste trabalho justifica-se pela utilização de procedimentos lúdicos para a realização de análise funcional e intervenções. A cliente, uma adolescente de 13 anos, foi submetida até o presente momento a oito sessões. As principais queixas apresentadas por seus pais estão relacionadas a um repertório comportamental reduzido, que pode ser observado quando a cliente precisa emitir respostas que exijam coordenação motora fina; comportamento verbal (oral e escrito); atenção; seguimento de regras; capacidade de abstração e expressão de emoções. Ainda, segundo os pais, ela apresenta rituais e obsessões que mudam com o tempo (obsessão por cachorro, pela professora, por boneca, por papel. Observou-se nesse tempo de atendimento, dentre outros comportamentos, que a cliente apresenta um repertório comportamental de auto- estimulação, emitido sempre que vai fazer um desenho, um ritual de escrever a mesma frase repetidamente até o final da folha. Partindo-se das particularidades do caso, foram elaboradas propostas de intervenção baseadas no método ABA. Vem sendo aplicados procedimentos de modelagem de comportamentos de coordenação motora fina, expressividade emocional, leitura e escrita. Também vem sendo realizado procedimento com objetivo de evocar e extinguir comportamentos-problema, como por exemplo, os rituais de escrever repetidamente a mesma palavra em uma folha, e promover condições para a emissão de comportamentos mais próximos do esperado para sua idade. Pretende-se dar continuidade à intervenção, continuando com a identificação e manipulação das variáveis de controle dos comportamentos.

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.
Comments are closed.