Efeitos do treino de contagem e de equivalências entre numerais e quantidade na aquisição de comportamento conceitual numérico – Rogério Crevelenti Fioraneli; João dos Santos Carmo

Ultimamente tem crescido o número de estudos acerca do papel da contagem na aquisição do conceito de número. Os resultados disponíveis dessas pesquisas demonstram controvérsias teóricas e experimentais. O presente estudo teve por objetivo analisar o efeito do ensino de contagem a um grupo de pré-escolares sobre a aquisição do comportamento conceitual numérico e comparar esse efeito com o desempenho de crianças que não foram expostas ao ensino da contagem. Participaram oito crianças, entre três a quatro anos de idade, do Ensino Fundamental da rede privada de ensino de Araraquara/SP. Aplicou-se uma bateria de tarefas que envolveram valores de 1 a 9 e os estímulos: algarismos (A); conjuntos de figuras de objetos e animais, cuja distribuição espacial era aleatória (B); número escrito (C); ditado (D); e nomeação (E). Os participantes de ambos os grupos foram submetidos a testes iniciais, apresentadas na ordem que se segue: contagem, pareamento por identidade (AA, BB, CC), relações simbólicas (AB, AC, BA, CA, BC, CB), auditivo-visual (DA, DB, DC) e nomeação (AE, BE, CE). Aos dois grupos (Grupo Experimental e Grupo Controle) foram ensinadas as relações de equivalência entre números e quantidades (AB, AC e DA), porém a contagem oral foi ensinada apenas ao GE. O ensino da contagem se deu por meio de treino de imitação vocal dos nomes dos números, treino de produção de sequência de numerais e do estabelecimento de correspondência termo a termo entre nomes de números e elementos de um conjunto. Nos testes posteriores ao ensino das relações (os mesmos dos iniciais), os participantes do GE apresentaram a emergência das relações BA, BC, DB, DC e BE. Já os participantes do GC apresentaram emergência das relações BA, BC, DB e DC. O desempenho dos participantes que foram submetidos ao ensino da contagem oral foi superior ao dos sujeitos que não passaram por esse procedimento. Os resultados sugerem que a contagem apresenta um papel fundamental na aquisição do conceito de número referente ao estabelecimento de relações entre número e quantidade e facilita a emergência das relações ausentes, assim como o fortalecimento daquelas nas quais o participante apresenta desempenho pobre, de modo a completar a rede de relações componentes do conceito de número. Os dados obtidos neste estudo replicam os dados da literatura. Novos estudos estão sendo conduzidos com ampliação da amostra.

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.
Comments are closed.