Como avaliar o funcionamento familiar no contexto da saúde mental?

Pesquisadores do Núcleo de pesquisa em Psiquiatria Clínica e Psicopatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto realizaram uma revisão sistemática da literatura para verificar quais instrumentos têm sido utilizados na avaliação do funcionamento familiar no âmbito da saúde mental. 

Argumentam que as relações familiares tem sido foco de vários estudos que buscam identificar a relação entre família e transtornos mentais. Quando um dos membros da família apresenta problemas de saúde mental as relações familiares são modificadas e também se verifica que quando a família é incluída no tratamento de pacientes psiquiátricos isto tem sido associado à melhora do quadro e das relações familiares.
Apesar disso os autores do estudo afirmam que as principais dúvidas dos profissionais da área de saúde mental são em relação ao que deve ser avaliado e como avaliar o funcionamento familiar. Por conta da existência de vários constructos (funcionamento familiar, dinâmica familiar, satisfação familiar, prática e estilos parentais, suporte familiar); da indefinição da melhor forma de avaliar e o que deve ser avaliado e da falta de consenso sobre a definição de relações familiares disfuncionais e saudáveis.
Encontraram como resultados que a maioria dos estudos foi realizada em famílias com crianças e adolescentes acometidos por transtornos alimentares ou episódios de depressão. Os autores encontraram como instrumentos mais utilizados a Family Assessment Device (FAD), Family Environment Scale (FES), Family Assessment Measure (FAM) e Family Adaptability Cohesion Evaluation Scale III (FACES III). Verificaram também que escalas de autorrelato possuem boas propriedades psicométricas e normas para coleta de dados que podem ser usadas pelos profissionais de saúde, na identificação de famílias funcionais e disfuncionais. Em relação a instrumentos em português os autores encontraram a FES e FACES III. O estudo foi publicado na Revista Brasileira de Psiquiatria Clínica.
SOUZA, Joseane de et al . Avaliação do funcionamento familiar no contexto da saúde mental. Rev. psiquiatr. clín.,  São Paulo,  v. 38,  n. 6,   2011 .   Disponível em . acessos em  23  jan.  2012.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-60832011000600007.

Comments are closed.