O contato dos profissionais da saúde com o álcool

O consumo de álcool em excesso é considerado um dos problemas médico-sociais mais graves da sociedade moderna. E pensar que o álcool é consumido pelo homem desde os tempos mais remotos, presente em diversas culturas, e lembrado que, biblicamente, era relacionado ao sexo e à luxúria, e, por muitos anos, o alcoolismo representou fraqueza de caráter daqueles que o consumiam.

O número reduzido de publicações sobre atitudes e conhecimentos de profissionais de saúde diante do álcool, alcoolismo e do alcoolista, evidenciando que o tema tem despertado pouco interesse entre os pesquisadores sobre a temática em todo o mundo. No Brasil essa temática começou a ser explorada a partir da segunda metade da década de 1990, o que causou, até então, lacuna nessa área do conhecimento. Diante disso, torna-se oportuno realizar estudo com o objetivo de identificar e analisar as produções científicas sobre a temática atitudes e conhecimentos de profissionais de saúde diante do álcool, alcoolismo e do alcoolista nos últimos 50 anos.

 

 

 

SOARES, Janaina; VARGAS, Divane de; OLIVEIRA, Márcia Aparecida Ferreira de. Atitudes e conhecimentos de profissionais de saúde diante do álcool, alcoolismo e do alcoolista: levantamento da produção científica nos últimos 50 anos. SMAD, Rev. Eletrônica Saúde Mental Álcool Drog. (Ed. port.),  Ribeirão Preto,  v. 7,  n. 1, abr.  2011 .   Disponível em . acessos em  30  jan.  2012.

Comments are closed.