Uso de vídeo games em jovens autistas pode melhorar habilidades sociais

Discussão recentemente divulgada no periódico “Games for Health: Research Development, and Clinical Application” aponta que o uso de tecnologias com bases visuais podem melhorar a comunicação e habilidades sociais em jovens diagnosticados com autismo.
Há muito tempo os pesquisadores acreditam que crianças e adolescentes autistas são fascinados pela tecnologia visual, sendo que tal fato possibilita o uso de vídeo games, computadores e aparelhos móveis aplicados a educação e no tratamento; A discussão divulgada abordou as possibilidades de uso de tais tecnologias, que foram debatidas em mesa redonda.

Segundo a discussão, os vídeo games oferecem oportunidades para uma aprendizagem de sucesso, motivação para melhorar as habilidades como planejar, organizar e auto-controle, além de reforçar comportamentos adequados sem a necessidade de interação direta com outro indivíduo.

De acordo com Bill Ferguson, pesquisador e participante da mesa, aponta que a quantidade de pesquisas que exploram o uso dos vídeo games para o tratamento de indivíduos autistas e transtornos relacionados tem crescido; “As crianças e jovens autistas tem oportunidades únicas de capitalizar seus interesses e aptidões nos vídeo games como um recurso para desenvolver comportamentos e habilidades sociais desejadas e aumentar suas atividade físicas”, conclui Ferguson.

Fonte: Mary Ann Liebert

Comments are closed.


loading...