Opção sexual pode afetar o trabalho de profissionais da saúde

Profissionais de saúde com opção sexual heterodoxa (gays, lésbicas e bissexuais) foram foco de estudo publicado na última edição do British Medical Journal. O objetivo dos autores, membros do Departamento de Psiquiatria do St George’s Hospital Medical School, em Londres, foi verificar como esses profissionais administravam sua orientação sexual diante do atendimento a pacientes. Segundo se observou, gays, lésbicase bissexuais geralmente necessitam se valer de complexas estratégias para evitarem o abuso homofóbico em seu ambiente de trabalho. O estudoressalta ainda que durante sua formação acadêmica, tais profissionaisnão recebem nenhum tipo de treinamento acerca das maneiras decontornarem problemas éticos que envolvam sua orientação sexual.

[url=http://bmj.bmjjournals.com]Fonte: British Medical Journal[/url]Profissionais de saúde com opção sexual heterodoxa (gays, lésbicas e bissexuais) foram foco de estudo publicado na última edição do British Medical Journal. O objetivo dos autores, membros do Departamento de Psiquiatria do St George’s Hospital Medical School, em Londres, foi verificar como esses profissionais administravam sua orientação sexual diante do atendimento a pacientes. Segundo se observou, gays, lésbicase bissexuais geralmente necessitam se valer de complexas estratégias para evitarem o abuso homofóbico em seu ambiente de trabalho. O estudoressalta ainda que durante sua formação acadêmica, tais profissionaisnão recebem nenhum tipo de treinamento acerca das maneiras decontornarem problemas éticos que envolvam sua orientação sexual.

[url=http://bmj.bmjjournals.com]Fonte: British Medical Journal[/url]Leio o texto completo em inglês [url=http://bmj.bmjjournals.com/cgi/content/full/328/7450/1227]aqui.[/url]

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

Comments are closed.