Estudo indica que grávidas de 11/9 passaram trauma ao feto

Um estudo feito com bebês de mulheres que sobreviveram aos atentados de 11 de setembro de 2001 nos Estados Unidos indica que elas passaram o trauma do que viveram aos filhos durante a gravidez.

Fonte: [url=http://www.bbc.co.uk/portuguese/ciencia/story/2005/05/050504_bebes119cg.shtml]BBC Brasil[/url]
Um estudo feito com bebês de mulheres que sobreviveram aos atentados de 11 de setembro de 2001 nos Estados Unidos indica que elas passaram o trauma do que viveram aos filhos durante a gravidez.

Fonte: [url=http://www.bbc.co.uk/portuguese/ciencia/story/2005/05/050504_bebes119cg.shtml]BBC Brasil[/url]
O estudo foi feito em 2002, com um grupo de crianças de um ano, por cientistas da Universidade de Edimburgo, na Escócia, e da Escola de Medicina Monte Sinai, em Nova York.

Os cientistas decobriram que as crianças tinham níveis de cortisol na saliva mais baixos do que o normal, um indicador da Síndrome do Estresse Pós-Traumático.

A anormalidade já havia sido notada em outros estudos, envolvendo filhos de sobreviventes do Holocausto, mas até então era atribuída à convivência com um pai deprimido ou ansioso ou pelo contato com histórias vividas pelos pais.

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

Comments are closed.