Compreendendo a “dor psíquica” dos portadores de fibromialgia

Este trabalho retrata o atendimento psicológico a um grupo de portadores de fibromialgia, por meio do modelo “coping”, junto à disciplina de reumatologia na Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Temos que “coping” pode ser considerado um modelo que desenvolve a capacidade de enfrentamento (confronto; autocontrole; suporte social; aceitação da responsabilidade; resolução de problemas e reavaliação positiva.

Fonte: [url=http://bemstar.ig.com.br/index.php?modulo=corpoevida_mat&type=5&url_id=1482&PHPSESSID=2c458673365e81084f57792e4757725b]IG BemStar[/url]Este trabalho retrata o atendimento psicológico a um grupo de portadores de fibromialgia, por meio do modelo “coping”, junto à disciplina de reumatologia na Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Temos que “coping” pode ser considerado um modelo que desenvolve a capacidade de enfrentamento (confronto; autocontrole; suporte social; aceitação da responsabilidade; resolução de problemas e reavaliação positiva.

Fonte: [url=http://bemstar.ig.com.br/index.php?modulo=corpoevida_mat&type=5&url_id=1482&PHPSESSID=2c458673365e81084f57792e4757725b]IG BemStar[/url]

About Oliver Zancul Prado

[url=http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4779836E5][u]Curriculo Lattes[/u][/url]

Comments are closed.