Uso da psicomotricidade auxilia na aprendizagem das crianças

Uma proposta pedagógica que vem ganhando espaço é a que reúne a psicomotricidade e métodos educacionais como o Montessori e o Piaget. A avaliação do aluno é contínua e o desenvolvimento da criança é avaliado no dia-a-dia na escola. A proposta pedagógica privilegia os princípios de liberdade, oferecendo ao aluno uma aprendizagem que o prepara para o exercício da cidadania, observando suas necessidades psicológicas, afetivas, intelectuais e profissionais e suas limitações.
Uma proposta pedagógica que vem ganhando espaço é a que reúne a psicomotricidade e métodos educacionais como o Montessori e o Piaget. A avaliação do aluno é contínua e o desenvolvimento da criança é avaliado no dia-a-dia na escola. A proposta pedagógica privilegia os princípios de liberdade, oferecendo ao aluno uma aprendizagem que o prepara para o exercício da cidadania, observando suas necessidades psicológicas, afetivas, intelectuais e profissionais e suas limitações.
Segundo a diretora da Escola Estrelinha do Mar, o ideal, como é feito no colégio, “é mesmo trabalhar com a psicomotricidade na educação infantil, enfatizando o lúdico e o recreativo associados aos conteúdos da grade curricular básica, priorizando a área cultural, incluindo iniciação artística, circo e, principalmente, artes cênicas, quando é trabalhada a desinibição das crianças, a fala e a produção e interpretação de textos”.

Segundo Virgínia Andrade, o Método Montessori tem como princípio a observação da criança, a liberdade de expressão. “O principal ponto de partida do método é a educação sensorial, que auxilia no reconhecimento do material pedagógico vivenciado as suas diversas qualidades, ajudando o lado mental da criança por meio de suas próprias percepções”, disse.

A escola também utiliza a teoria sobre o desenvolvimento cognitivo, desenvolvida por Piaget. O método é voltado para o pensamento intelectual da criança através de suas observações particulares: inteligência sensório-motora (0 a 2 anos), período pré-operacional (2 a 6 anos) e as operações concretas (7 a 11 anos).

Virgínia Andrade, que tem formação em psicomotricidade pelo Hospital Salpetrie, em Paris (França), ainda explicou que a psicimotricidade explora todo o potencial psicomotor da criança até a idade de sua maturidade, em torno dos 6 e 7 anos. “A partir destas etapas vem o período intelectual a ser formado, respeitando os cincos elementos básicos: a expressão corporal, a lateralidade, a coordenação motora, a noção de tempo e espaço e o ritmo de cada criança”, disse.

fonte:[url=http://jornaldaparaiba.globo.com/cida-03-150106.html]www.jornaldaparaiba.globo.com[/url]

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

,

Comments are closed.