Intervenção do psicológo numa queixa sobre comportamento de indisciplina e de indolència em sala de aula : Procedimentos utilizados

Um considerável conjunto de estudos tem investigado a eficácia de
métodos de controle de estímulos para estabelecer repertórios básicos de leitura
e escrita. Alguns desses estão sendo desenvolvidos na Unidade de Iniciação à
Leitura sendo aplicados com alunos iniciantes do primeiro grau com risco para o
fracasso acadêmico.
Pesquisas indicaram a possibilidade de uma interação entre o processo de
formação de redes de relações e o desenvolvimento de controle de estímulos e da
recombinação de unidades mínimas do texto. O desenvolvimento de um repertório de
unidades mínimas capacitaria o indivíduo a ler palavras novas, possibilitando a
generalização da leitura. Este é um comportamento operante que pode e deve ser
programado por meio de técnicas e certos procedimentos de treino. Vários estudos
têm demonstrado que o procedimento de “exclusão” (apresentação simultânea de
dois estímulos de comparação, sendo um conhecido da criança e outro um estímulo
novo) é mais efetivo que o procedimento de tentativa e erro no ensino de
discriminações condicionais.
O presente estudo tem por objetivo realizar uma análise específica do programa
de ensino Leit 1D e 1E e discutir os resultados das crianças que participaram
desses programas.
Os programas de ensino são aplicados por meio de um PC com tela sensível ao
toque. As contingências programadas e o registro desses dados são comandados por
um software desenvolvido para esta finalidade. Em cada um dos dois programas de
ensino há 17 passos de treino (onde são ensinadas 3 palavras por passo) e 14
passos de teste. Nestes passos de teste há uma tarefa que consiste na leitura de
todas as palavras treinadas naquela unidade, tendo como critério 100% de acerto.
Somente, então, a criança passará para a unidade seguinte.
Os resultados são referentes a 14 crianças, sendo que 6 passaram pelo Programa
Leit 1D e 8 pelo Leit 1E. Todas as crianças cursavam escola pública. Foram
analisados os dados individuais apresentados no início, meio e fim do Programa,
no que diz respeito à leitura e ao ditado. Observou-se que o procedimento de
ensino informatizado utilizado pareceu eficaz para o ensino de relações que
resultam na emergência de leitura. O ensino de relações condicionais entre os
estímulos palavra ditada/palavra impresa resultou na emergência do comportamento
textual e na leitura com significação. Conclui-se que o procedimento de Exclusão
pode ser usado para produzir aquisição rápida de discriminações condicionais
para crianças que possuem dificuldade na aprendizagem de leitura.

Autores: TOLEDO, Daniela Maria de (Bolsista de Iniciação Científica CNPq);
LABADESSA, Janaina Rizzo (Bolsista Apoio Técnico CNPq);
SOUZA, Deisy das Graças de (Orientador).

Instituição: Universidade Federal de São Carlos – UFSCar

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

Comments are closed.