Viciado em comida saudável? Cuidado!

Para algumas pessoas o cardápio é o centro de sua vida. Elas rejeitam qualquer alimento que não seja natural, puro, saudável ou controlado. Eles sofrem de ortorexia, um transtorno alimentar capaz de deteriorar tanto a saúde física como a mental. A obsessão em manter uma dieta saudável pode ter o efeito contrário: levar a uma alimentação desequilibrada.

Os ortoréxicos, como são chamados quem sofre deste mal, dedicam uma hora para examinar o que vão comer, lêem minuciosamente os rótulos daquilo que compram, comem e cozinham sozinhos, porque não confiam em restaurantes e mastigam dezenas de vezes antes de engolir.
Para algumas pessoas o cardápio é o centro de sua vida. Elas rejeitam qualquer alimento que não seja natural, puro, saudável ou controlado. Eles sofrem de ortorexia, um transtorno alimentar capaz de deteriorar tanto a saúde física como a mental. A obsessão em manter uma dieta saudável pode ter o efeito contrário: levar a uma alimentação desequilibrada.

Os ortoréxicos, como são chamados quem sofre deste mal, dedicam uma hora para examinar o que vão comer, lêem minuciosamente os rótulos daquilo que compram, comem e cozinham sozinhos, porque não confiam em restaurantes e mastigam dezenas de vezes antes de engolir.
Em sua vida, tudo gira em torno da comida: não rejeitam apenas os alimentos que engordam ou têm toxinas, mas também aqueles cultivados com adubos e herbicidas, ou que possuem substâncias artificiais.

A obsessão por se alimentar bem leva não apenas a controlar aquilo que comem, mas também a maneira como o alimento foi preparado e em quais recipientes. Dedicam cada vez mais tempo a planejar seus menus e elaborar os pratos, e cada vez menos tempo para sair e se divertir.

Seu lema é: “nada de gorduras, carnes, alimentos transgênicos, comidas enlatadas, pré-prontas ou com aditivos, lácteos, farinhas, refrescos, cafeína e substâncias químicas!”.

O assunto foi estudado pelo médico americano Steven Bratman, autor de um livro sobre o assunto e terapeuta alternativo, que diagnosticou o problema em si mesmo.

A obsessão patológica em ingerir somente comida saudável e pura, excluindo todos os alimentos que não sejam considerem benéficos, é um problema tão recente que ainda não aparece nos manuais de psicologia, mas, segundo os especialistas, está crescendo e se relaciona com outros transtornos alimentares.

fonte:[url=http://www.cidadeverde.com/noticia.asp?ID=20822]www.cidade verde.com[/url]

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

,

Comments are closed.