Nova técnica identifica Alzheimer em estágio inicial

Pesquisadores da Universidade da Califórnia, em Los Angeles, desenvolveram uma maneira de identificar a perda de receptores-chave no tecido cerebral causada pelos estágios iniciais do Mal de Alzheimer, no que pode ajudar no seu diagnóstico precoce.
Pesquisadores da Universidade da Califórnia, em Los Angeles, desenvolveram uma maneira de identificar a perda de receptores-chave no tecido cerebral causada pelos estágios iniciais do Mal de Alzheimer, no que pode ajudar no seu diagnóstico precoce.
A pesquisa, publicada pela revista Proceedings of the National Academy of Sciences, usou uma técnica que combina o uso de um marcador químico e uma sofisticada tecnologia de exame.

Os pesquisadores esperam que a nova técnica permita diagnosticar a doença antes mesmo que os sintomas comecem a aparecer.

Já se sabia que o Mal de Alzheimer provoca a morte de células no centro de memória do cérebro, o hipocampo, levando a estrutura a se degenerar progressivamente.

Serotonina

Os pesquisadores se concentraram em medir a densidade de um tipo específico de receptor que responde à substância química serotonina.

Esses receptores são normalmente encontrados em uma densidade particularmente alta nas células do hipocampo que são mais vulneráveis aos efeitos do Mal de Alzheimer.

Os pesquisadores registraram uma queda na densidade do receptor no hipocampo – e em outros importantes centros de memória – em 49% dos pacientes com Alzheimer.

Mas eles também verificaram uma queda semelhante em 24% dos pacientes com sintomas leves de função cerebral prejudicada, que poderiam estar nos estágios iniciais de desenvolvimento da doença.

fonte:[url=http://www.bbc.co.uk/portuguese/ciencia/story/2006/02/060225_alzheimerpesquisarw.shtml]www.bbc.co.uk[/url]

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

Comments are closed.