Washington quer testar 80 mil para HIV

As autoridades sanitárias na capital americana, Washington DC, estão lançando um esquema pioneiro para persuadir moradores da região que tenham de 14 a 84 anos a se submeterem a testes de verificação de HIV.
As autoridades sanitárias na capital americana, Washington DC, estão lançando um esquema pioneiro para persuadir moradores da região que tenham de 14 a 84 anos a se submeterem a testes de verificação de HIV.
Nos próximos meses, funcionários públicos vão distribuir em centros médicos, escolas, clínicas comunitárias e hospitais 80 mil cartelas com equipamento para teste imediato, que usarão saliva ao invés de sangue e apresentarão o resultado em 20 minutos.

Washington DC tem um dos índices mais altos de Aids dos Estados Unidos – 4% dos moradores da área são soropositivos – e a incidência de contaminação por HIV também é tida como elevada.

Mais de 16 mil casos de Aids foram registrados em Washington DC entre 1981 e 2004.

As autoridades estimam que até 25% dos infectados com o vírus HIV nos Estados Unidos não sabem que são portadores.

Detecção prematura pode fazer muita diferença na eficácia do tratamento de Aids.

A correspondente da BBC, Jill McGivering, diz, contudo, que alguns dos funcionários da saúde que trabalham com portadores de HIV ou pacientes de Aids estão cautelosos em relação à campanha.

Eles receiam que os serviços de apoio e aconselhamento fiquem sobrecarregados se houver um grande número de pessoas, de imediato, cujo teste seja positivo para a infecção.

Mas as autoridades insistem que estão preparadas.

O Centro para a Prevenção e Controle de Doenças na cidade americana de Atlanta estima que mais de um milhão de pessoas no país são portadoras do vírus HIV e cerca de 40 mil sejam infectadas a cada ano.

Fonte: [url=http://www.bbc.co.uk/portuguese/ciencia/story/2006/06/060628_hiv_washington.shtml]www.bbc.co.uk[/url]

About Noeliza Bianchini Salomão de Lima

Vida - caminhos de realização Rio Claro - Bairro Estádio - - SP Tel. (19) 97416227

,

Comments are closed.