Entra em vigor o novo regulamento sanitário da OMS

Um novo regulamento sanitário internacional, que visa a limitar a propagação de epidemias e enfrentar outras emergências de saúde de repercussão mundial, acaba de entrar em vigor, anunciou nesta quinta-feira a Organização Mundial da Saúde (OMS).
Um novo regulamento sanitário internacional, que visa a limitar a propagação de epidemias e enfrentar outras emergências de saúde de repercussão mundial, acaba de entrar em vigor, anunciou nesta quinta-feira a Organização Mundial da Saúde (OMS).
Adotado pelos 192 estados-membros da OMS em 2005, este regulamento sanitário revisado visa a deter na fonte algumas doenças, graças a uma cooperação intensa entre os países, informou a OMS.

Os Estados deveram apontar todos os acontecimentos que possam dar lugar a emergências de saúde pública e alcance internacional, inclusive os provocados por agentes químicos, alimentos contaminados ou materiais radioativos, segundo a organização.

O aparecimento da Sars (síndrome respiratória aguda grave), a emergência do vírus ebola ou a gripe das aves demonstraram a rapidez com que se podem disseminar as doenças.

"Atualmente, a maior ameaça para a segurança sanitária internacional seria uma pandemia de gripe", declarou em um comunicado a doutora Margaret Chan, diretora-geral da OMS.

O regulamento revisado, cuja primeira versão datava de 1951 e a mais recente de 1969, indica as ações que devem ser cumpridas diante de epidemias (controles, quarentenas, vigilância de passageiros, troca de informações).

As regras anteriores estavam limitadas a quatro doenças – cólera, peste, febre amarela e varíola -, enquanto as novas são ilimitadas e põem países individualmente sob maior pressão para fornecer informações transparentes.

Fonte: UOL – Ciências e Saúde

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

Comments are closed.