Ansiedade dificulta abandono do tabagismo

Pesquisadores norte americanos, da University of Vermont, publicaram um estudo na revista Nicotine & Tobacco Research, em Setembro de 2007, onde avaliaram a relação entre manifestações ansiosas e a motivação no abandono do tabagismo. Participaram da pesquisa 329 adultos fumantes, os quais também foram questionados acerca das principais barreiras que impedem a cessação do vício e as razões subjetivas para interromper o consumo de cigarros.
Pesquisadores norte americanos, da University of Vermont, publicaram um estudo na revista Nicotine & Tobacco Research, em Setembro de 2007, onde avaliaram a relação entre manifestações ansiosas e a motivação no abandono do tabagismo. Participaram da pesquisa 329 adultos fumantes, os quais também foram questionados acerca das principais barreiras que impedem a cessação do vício e as razões subjetivas para interromper o consumo de cigarros.

Os resultados apresentados demonstraram que a preocupação, quanto aos malefícios do cigarro, está diretamente implicada no nível de motivação para abandonar o vício. Por sua vez, as manifestações ansiosas constituem uma barreira à interrupção do tabagismo. Quando o indivíduo fumante se encontra em situação de maior estresse, recorre ao cigarro, como forma de aliviar a tensão.

Essas manifestações de ansiedade atrapalham a interrupção do tabagismo. Medidas de controle do estresse e manejo de situações que geram ansiedade devem ser esclarecidas, a fim de que os fumantes não precisem recorrer ao tabaco para extravasar seus conflitos.

Fonte: Notícias de Saúde

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

Comments are closed.