tálamo

Uma constelação ovóide de núcleos situa­dos entre o mesencéfalo e os corpos estriados, formando a parede lateral do 3.° ventrículo, e completamente coberta pelo hemisfério cere­bral. A porção proeminente posterior é a pul­vinar, e ao lado dela se encontra o corpo geni­culado lateral. A superficie medial do tálamo está ligada ao tálamo do lado oposto pela massa intermediária.

Anatomicamente, são reconhecidas seis mas­sas nucleares principais (terminologia de Wal­ker): núcleos da linha média, anteriores, me­diais, laterais e posteriores. Os núcleos poste­riores incluem a pulvinar e os corpos genicula­dos medial e lateral.

O tálamo tem funções somáticas, sendo de salientar especialmente as funções sensoriais específicas e de associação. Os núcleos do tálamo ventral estão envolvidos em funções sensoriais somáticas; a porção látero-ventral com a propriocepção inconsciente; a porção póstero-ventral com a extrocepção e a proprio­cepção conscientes; o corpo geniculado lateral com a visão; o corpo geniculado medial com a audição (e o equilíbrio?), e a pulvinar com a associação auditiva e visual.

As lesões talâmicas são comumente acompa­nhadas de várias parestesias e hiperestesias, que se acredita serem devidas ao desencadeamento das projeções intradiencefálicas e córtico-talâ­micas. A síndrome talâmica consiste na elevação do limiar (isto é, diminuição da sensibilidade) para picadas de alfinete, calor e frio, mas quando a sensação é sentida, ela é desagradável e incômoda (hiperpatia talâmica).

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra - Pós-doc em Filosofia Membro do Viktor Frankl Institute Vienna Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.