transexualismo

A condição em que o papel do gênero sexual e a identidade sexual do indivíduo são invertidos, geralmente acompanhados de um sentimento esmagador de "estar no corpo errado" e um desejo de se submeter a uma operação de conversão de sexo anatômico. O desejo de mudar de sexo começa cedo na vida; a partir disto, o homem ou mulher transexual se comportam, fantasia e fala como se fosse do outro gênero sexual. O homem transexual não dá valor ao seu pênis nem o encara como sendo primariamente um órgão para a expressão de desejos eróticos; os poucos transexuais que vivenciam o orgasmo tipicamente fantasiam que as sensações são oriundas de uma vagina imaginada. Na mulher é o oposto. O tran­sexualismo também foi chamado de hermafro­ditismo psíquico, metatropismo, eoinismo e intersexualidade grave. Desconhece-se a origem da condição. Alguns especialistas enfatizam a relação simbiótica com uma mãe cuja própria identidade sexual é confusa; outros formulam a hipótese de que fatores constitucionais e endócrinos, co­mo, por exemplo, um desenvolvimento anormal do hipotálamo, durante a gestação, poderiam ser os responsáveis.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra – Pós-doc em Filosofia
Membro do Viktor Frankl Institute Vienna
Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.