Procedimento de ensino em consultoria colaborativa: estratégias propostas pelo psicólogo baseadas em análise do comportamento

7ª Jornada de Análise do Comportamento – UFSCar. 2008

Caetano, N. C. S. P.[1](IC); Mendes, E. G.[2](O)
nadjacaetano@yahoo.com.br

[1]Mestrado em Educação Especial/Universidade Federal de São Carlos, Universidade
Estadual do Piauí;
[2]Departamento de Psicologia, Programa de Pós-graduação em
Educação Especial

A consultoria colaborativa é um procedimento de parceria entre profissionais que objetiva desenvolver atividades no ambiente escolar para proporcionar a todos os alunos acesso ao curriculum escolar através das adaptações necessárias a cada aluno. O principal diferencial dessa proposta é  o trabalho cooperativo que  não conta com a figura do especialista e sim com a figura do parceiro, ou seja, tanto  professor, quando direção e funcionários da escola, equipes de órgãos de gestão e profissionais envolvidos trabalham em igual posição, discutindo e avaliando as necessidades de todos os alunos e dos profissionais que trabalham com eles. Cada aluno possui especificidades que exigem preparo da escola e de seus profissionais. Não só os alunos em situação de deficiência, mas todos os alunos necessitam de programas de ensino individualizados que possam assegurar que cada um deles desenvolva suas potencialidades e receba os recursos necessários para suplantar suas necessidades. Esta pesquisa objetivou  aplicar os princípios da análise do comportamento na elaboração de procedimento de ensino para uma criança do sexo masculino, com quatro anos de idade, estudante de uma escola de educação infantil de uma cidade no interior do estado de São Paulo.  Mediante a avaliação  da funcionalidade e incapacidade da criança o procedimento de ensino foi elaborado para sanar as dificuldades de coordenação motora fina, habilidades de socialização e comprometimento na cognição, apresentados devido a epilepsia e ao uso dos medicamentos para o controle da doença. As etapas do procedimento foram: avaliação  psicomotora da criança; elaboração de procedimento de estimulação para ser aplicado nas aulas de educação física; elaboração de procedimento de ensino computadorizado de treino de letras e cores e momento de brincadeira livre com brinquedo de treino de coordenação motora fina e global. O procedimento de treino de letras e cores foi programado de forma a utilizar recursos do cotidiano da professora, eis que um dos objetivos da consultoria colaborativa é garantir a independência dos profissionais que acompanham o aluno. Assim o software utilizado foi o Power Point, o reforço aplicado foram pastilhas de chocolate e o treino de coordenação motora foi realizado com um carro de controle remoto após as sessões de treino. Como o
objetivo do trabalho era fornecer para a professora elementos básicos para facilitar o aprendizado da criança aplicando os princípios da análise do comportamento através do sistema de parceria, os resultados demonstraram que é possível trabalhar com recursos simples, do cotidiano do professor e do aluno, garantindo ao mesmo acesso ao curriculum comum. O aluno apresentou melhoria na coordenação motora, na socialização, na aprendizagem e cognição e respondeu positivamente ao procedimento elaborado.
 
Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Piauí
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior 

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

Comments are closed.