Componente da maconha pode ajudar contra tumores no cérebro, diz estudo

O componente ativo da maconha promove a morte de células de câncer cerebral ao ajudá-las a se alimentarem de si mesmas, em um processo chamado de autofagia, segundo pesquisadores espanhóis.

O componente ativo da maconha promove a morte de células de câncer cerebral ao ajudá-las a se alimentarem de si mesmas, em um processo chamado de autofagia, segundo pesquisadores espanhóis.

Em testes com ratos que abrigavam células humanas com câncer cerebral, os especialistas da Universidade Complutense descobriram que o THC, substância canabinoide, promovia a redução do crescimento dos tumores.

Testes clínicos com dois pacientes que receberam o THC diretamente no cérebro para tratamento de glioblastoma multiforme – câncer altamente agressivo no cérebro – também mostraram bons resultados. Após o tratamento, biópsias indicaram evidências de maior atividade autofágica. E os pacientes não tiveram efeitos tóxicos.

Apesar de muitos estudos e testes ainda serem necessários para a aplicação prática dos resultados, os cientistas estão otimistas que esse estudo possa levar a novas estratégias para prevenir o crescimento dos tumores.

Fonte: UOL Blog

Comments are closed.