Sentimentos positivos são processados com maior rapidez que os negativos

Os neurocientistas já sabem há algum tempo que o hemisfério cerebral direito é mais ágil que o esquerdo no processamento de emoções. A novidade nessa área acaba de vir de um estudo de pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em colaboração com um cientista da Universidade de Barcelona. A pesquisa mostra que os sentimentos positivos são processados mais rapidamente pelo lado direito do cérebro, quando comparados aos negativos.

Os neurocientistas já sabem há algum tempo que o hemisfério cerebral direito é mais ágil que o esquerdo no processamento de emoções. A novidade nessa área acaba de vir de um estudo de pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em colaboração com um cientista da Universidade de Barcelona. A pesquisa mostra que os sentimentos positivos são processados mais rapidamente pelo lado direito do cérebro, quando comparados aos negativos.

O experimento contou com 80 universitários que tiveram de reconhecer a expressão emocional de retratos apresentados por meio de um método conhecido como “campo visual dividido”, fundamentado nas propriedades anatômicas do sistema visual. O reconhecimento de sinais de medo e tristeza nas fotografias ocorreu com um pequeno atraso (milissegundos) em relação àquelas que expressavam alegria ou surpresa. A pesquisa foi publicada na revista Laterality e é uma peça importante no quebra-cabeça científico sobre a especialização hemisférica.

Fonte: Mente & Cérebro

Comments are closed.