Estudo sobre pessoas “multitarefas” tem resultados surpreendentes

Os multitarefas de mídia – aquelas pessoas extraordinárias que conseguem conversar ao telefone, ouvir música, navegar na internet, escrever mensagens e e-mails, ler, escrever, jogar jogos de computador e assistir a vídeos, tudo simultaneamente – parecem possuir habilidades incomuns. Assim, pesquisadores de Stanford desenvolveram um estudo para descobrir quais habilidades os ajudavam a se manter nas tarefas.

Os multitarefas de mídia – aquelas pessoas extraordinárias que conseguem conversar ao telefone, ouvir música, navegar na internet, escrever mensagens e e-mails, ler, escrever, jogar jogos de computador e assistir a vídeos, tudo simultaneamente – parecem possuir habilidades incomuns. Assim, pesquisadores de Stanford desenvolveram um estudo para descobrir quais habilidades os ajudavam a se manter nas tarefas.

Primeiro, os pesquisadores identificaram um grupo de estudantes universitários que passava muitas horas da semana usando até 12 formas de mídia, muitas vezes ao mesmo tempo, e outro grupo que foi chamado de multitarefas leve. Então, eles testaram os grupos enquanto os estudantes não realizavam múltiplas tarefas, para avaliar três habilidades cognitivas básicas: filtrar informações externas, recordar informações importantes a partir da memória e trocar facilmente de uma tarefa para outra.

Os resultados – publicados online em "Proceedings of the National Academy of Sciences" – surpreenderam a todos.

"Estávamos tentando descobrir no que eles eram bons, e descobrimos: em nada", disse Clifford Nass, professor de Stanford e um dos autores do estudo. "Eles eram piores em todas as três habilidades necessárias para ser um multitarefas".

Na verdade, Nass disse: "Quanto maior sua tendência em ser um multitarefas, pior você se sai, e isso nos chocou. Os multitarefas pesados focam exageradamente no irrelevante, mantêm sua memória bastante negligente, e são muito ruins em trocar de uma tarefa para a outra".

As implicações foram perturbadoras. "É assim que seus cérebros são construídos atualmente", disse ele.

Fonte: BOL Notícias

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

Comments are closed.